Category Archives: Geral

UM POUCO DA HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA SEDE DO CTG

No ano de 1955, sob o comando de Dorival Guazzeli, surgiu o estudo da possibilidade de se adquirir um terreno próprio para a edificação da futura sede do CTG Porteira do Rio Grande. Esta informação consta na Ata nº 03, da Assembleia Extraordinária, realizada no dia 13 de outubro de 1955, no salão de festas do Clube do Comércio de Vacaria.

A comissão da época era composta por Luiz Gualdi, Antônio Paim de Andrade Filho, Fidelcino Zanotto Lemos, Dr. Leandro Pôrto da Silveira, João Moreira Duarte e engenheiro João Viterbo de Oliveira. Os mesmos decidiram que a compra do terreno deveria ser precedida de concorrência pública, mediante publicação de edital, devendo os interessados apresentar proposta por escrito à Diretoria.

Como consta na Ata nº 17, de 04 de outubro de 1958, sob a presidência de Getúlio Marcantônio, em uma Assembleia Geral, com a presença da diretoria e sócios do CTG, foi estudado o planejamento da construção da sede própria, ficando deliberado que na parte térrea as paredes fossem construídas de tijolos, para maior segurança da construção. Naquele mesmo dia, foi aprovada a campanha dos “3 mil cruzeiros” para angariar fundos junto aos sócios e “as pessoas de boa vontade” para imediato início da construção da sede. Conforme a campanha, quem fizesse a doação do referido valor seria considerado sócio remido.

Muitas mudanças de planos ocorreram de lá para cá. Diversos patrões, com suas equipes, batalharam para que o sonho de se ter uma sede para receber seus associados e comunidade se tornasse realidade. E passados 65 anos, a patronagem de Elvio Guagnini Rossi está realizando uma das maiores reformas pelas quais o salão do CTG passou.

Além do assoalho, que foi todo retirado, permanecendo de madeira apenas a pista de dança, foram ampliados os banheiros, trocadas as janelas e as paredes internas, construído um mezanino e reformada a copa e a entrada principal. De acordo com o patrão Elvio, o salão será pintado e também haverá a colocação de portões de acesso na parte externa e construída a calçada. “Em breve entregaremos aos nossos associados uma bela sede, com toda a estrutura necessária para bem recebê-los, assim como era o desejo daqueles homens que idealizaram um projeto há 65 anos”, afirma Elvio.

A obra é realizada pela empresa SS Construtora e por Carlinhos Kuse e Ricardo Kuse, tendo como responsável o arquiteto Tiaraju Martins.

RODEIO DE VACARIA SERÁ INCLUÍDO CALENDÁRIO OFICIAL DE EVENTOS DO RS

Com 50 votos favoráveis, a Assembleia Legislativa aprovou na última quarta-feira (30), o Projeto de lei do deputado Paparico Bacchi (PL), que inclui o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria no Calendário Oficial de Eventos do Estado.

“O Rodeio Crioulo Internacional projeta Vacaria e o Rio Grande do Sul para o mundo”. A afirmação é do deputado Paparico Bacchi (PL), autor do Projeto de Lei nº 479/2019, que inclui uma das maiores festas campeiras da América Latina no Calendário Oficial de Eventos.

MAIOR FESTA TRADICIONALISTA DA AMÉRICA LATINA
Historiador, vice-presidente da Comissão Especial da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha, Paparico Bacchi destaca que a relevância do rodeio é incontestável. De acordo com o parlamentar, diversos elementos tornam o Rodeio de Vacaria um dos maiores espetáculos da Terra, fortalece a economia e valoriza a cultura regional.

“Esta é, sem dúvida, a maior festa tradicionalista da América Latina e que conta com a presença de milhares de turistas, tradicionalista ou não, a cada dois anos. Este evento é considerado como a ‘Copa do Mundo dos Rodeios’ e a 34ª edição merece estar no calendário oficial de eventos do nosso Estado”, reitera o autor da proposição.

SOBRE O RODEIO CRIOULO INTERNACIONAL
O Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria foi criado no ano de 1958 em comemoração ao terceiro aniversário do CTG Porteira do Rio Grande. Mais de 300 mil pessoas são aguardadas na 34ª edição, marcada para ocorrer entre os dias 29 de janeiro e 6 de fevereiro de 2022. Toda a programação é realizada no Parque de Exposições Nicanor Kramer da Luz, conhecido como o “Parque da Ferradura”, local por onde desfilam nomes expressivos da cultura regional e os chamados “grandes campeões de Vacaria”.

VALORIZAÇÃO E RECONHECIMENTO
O patrão Elvio Guagnini Rossi, afirma que “a aprovação do projeto de lei orgulha toda a patronagem no ano em que o CTG Porteira do Rio Grande completa 65 anos de fundação”. O líder tradicionalista reitera que ao colocar o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria no Calendário Oficial e Eventos do RS o parlamento gaúcho reconhece a importância de todos os centros de tradição que trabalham pela tradição, cultura e costumes do Rio Grande do Sul.

Texto: Antonio Grzybowski

SÓCIOS TERÃO DESCONTO NA ANUIDADE

A patronagem do CTG Porteira do Rio Grande informa que será concedido um desconto de 50% no valor das mensalidades de 2020 para aos seus associados. Esse desconto é válido para a anuidade paga até o dia 20 de novembro de 2020.

Conforme o patrão Elvio Guagnini Rossi, esta foi a maneira que o CTG Porteira do Rio Grande entendeu de poder ajudar todos os sócios de forma igualitária nesta época de pandemia.

As mensalidades podem ser pagas diretamente na secretaria da entidade. Com o desconto, o valor da anuidade é de R$ 140.

PORTEIRA FAZ DOAÇÃO À LIGA FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER

Para celebrar os 65 anos do CTG Porteira do Rio Grande, a entidade realizou no dia 26 de julho, uma live comemorativa. O evento contou com a participação de vários artistas, entre eles Cesar Oliveira e Rogério Melo.
Na ocasião foi realizado um leilão, com toda a renda destinada à Liga Feminina de Combate ao Câncer de Vacaria.

Além do leilão, a comunidade também pode colaborar com doações realizadas através de um QR Code e houve ainda o apoio de algumas empresas do município.

Nesta quinta-feira (06/08), a patronagem entregou o valor de R$ 9.423,62 a presidente da Liga, Maria Roseli Guedes Zoldan.

“O aniversário é do CTG, mas o presente somos nós que queremos dar a esta entidade que tanto faz pela saúde e bem estar de quem é acometido pelo câncer”, comenta Elvio. E complementa: “O trabalho voluntário dessas mulheres leva fé e esperança às pessoas portadoras desta doença”.

Ao receber o cheque, Maria Roseli agradeceu em nome de todos os pacientes da Liga. Conforme ela, grande parte do valor será destinado ao pagamento de medicamentos.

PORTEIRA REALIZA AÇÃO SOLIDÁRIA

Diversos gestos de solidariedade podem ser vistos durante esse difícil período que estamos passando devido ao coronavírus. E um deles foi a ação solidária que o CTG Porteira do Rio Grande, através do seu Departamento Artístico, realizou no último sábado (18).

Neste dia foram arrecadados cerca de 700 quilos de alimentos e material de higiene, além de mais de 300 peças de roupas, incluindo lençóis, cobertores e brinquedos. O material foi entregue na quarta-feira (22), à Liga Feminina de Combate ao Câncer, de Vacaria, que irá distribuir entre os pacientes em tratamento.

A iniciativa teve o objetivo de movimentar o Departamento Artístico que está sem atividades nesse período, e nada melhor do que unir isso à solidariedade, conforme explica a patroa da Artística, Fabiana Duarte Lima. Ela destaca que como dizia o folder da ação, temos que reforçar nossa capacidade de afeto para sobrevivermos a esse momento e como não podemos nos abraçar, nos cumprimentar como de costume, nem nos encontrarmos para nossas rodas de chimarrão e boa conversa que são tradicionais na cultura do nosso povo, podemos ser generosos e nos colocarmos no lugar daqueles que precisam.

Para a patroa Elisiane Rech Rossi, essa foi mais uma oportunidade do CTG Porteira do Rio Grande colaborar com a comunidade que tanto nos apoia. Ela avalia como positiva a ação e agradece a todos que fizeram suas doações. “Na nossa família, nós temos esse costume de ajudar, por isso foi emocionante ver outras famílias saírem de suas casas, muitas de máscaras, e irem até o CTG para contribuírem”, comenta.

OS FESTIVAIS DO PORTEIRA DO RIO GRANDE

A Série Festivais no Porteira do Rio Grande reuniu os Festivais realizados pelo CTG Porteira do Rio Grande, e teve como objetivo o resgate do acervo para a instituição, e oportunizou aos leitores do Jornal O Tropeiro, um Festival por edição e post no site do CTG Porteira do Rio Grande, no ano de 2010 em pesquisa e redação de Olga Boeira.

Este tema também foi destaque no livro do Ex-Patrão Luiz Carlos Bossle da Costa –Porteira do Rio Grande CTG e sua História, em 2016, incluindo cópia do primeiro regulamento do Festival Cante Uma Canção a Vacaria e publicação em jornal de Curitiba.

O Primeiro Regulamento do Festival de Música Regionalista denominado “Cante uma Canção a Vacaria” foi redigido por Antônio Adalmir Alves a pedido da Patroa Ironita de Lord Bueno Guerreiro, previsto para 29 a 31 de janeiro de 1988, na gestão de Percy Guerreiro, (1986/1988) com o objetivo de reunir um grande número de compositores, autores, músicos e intérpretes de todo o estado e, até mesmo de estados vizinhos, num acontecimento jamais vivido, para cantar a Capital dos Rodeios – VACARIA. O Festival contava com premiação de Cem Mil Cruzados para a canção vencedora. Este documento original com introdução, objetivos e Regulamento de 18 artigos nos foi apresentado pela Coordenadora Executiva do 8º Cante Uma Canção em Vacaria, a Senhora Ironita, que também contava com a Coordenação técnica de Leonardo Zamboni, em 2010, na Patronagem de Luis Schons.

Mas, a história do Festival iniciou-se no ano de 1981, quando foi eleita 1ª Prenda do Estado do Rio Grande do Sul a representante do CTG Porteira do Rio Grande, Anahida Bueno Guerreiro, e, atendendo suas atribuições do prendado, percorreu, juntamente com seus pais, Percy e Ironita, muitas cidades do Rio Grande do Sul em eventos, ligados ao MTG. Em várias cidades, a recepção contava com canção, que exaltava a cidade, o que, sobremaneira, contagiava ao público, convidados e as comunidades com a maneira poética, de saudar aos visitantes, com composições de temática gaúcha e destaques de cada cidade.

Na vinda de uma dessas visitas – desde Uruguaiana – tendo assistido a XI edição da Califórnia, sensibilizada pela beleza deste Festival Nativista, ocorre a ideia de elaborar, de compor “uma canção a Vacaria”. E, logo em seguida, D. Ironita articula junto aos músicos, compositores e conjuntos da cidade e da região, a ideia de criar um festival em que fosse eleita uma canção que falasse da cidade, dos costumes, para ser cantada em eventos municipais. Pensava que Vacaria também poderia ter sua própria canção. A ideia do Festival foi bem aceita, porém não tinham a concepção da proporção que poderia alcançar.

Mas, encerrada a gestão do prendado e passado algum tempo, com enorme sucesso dos Festivais no Rio Grande do Sul, retorna a ideia do Festival e da “canção a Vacaria”, por ocasião da Administração do CTG Porteira do Rio Grande, agora a cargo do Patrão Percy de Almeida Guerreiro e da Patroa Ironita Bueno Guerreiro. Assim, o 1º Regulamento do Festival “Cante uma Canção a Vacaria” foi redigido por Antonio Adalmir Alves, porém sua realização não foi possível, tendo em vista não ter sido angariado o valor total da premiação, mesmo contando com a colaboração de empresários, do comércio, serviços, e outros da comunidade vacariense. Então foi protelada a execução deste projeto, que coube ao próximo patrão da entidade dar início ao Festival Cante uma Canção a Vacaria. O Festival ocorreu no ano de 1992 na patronagem de Nilson Benedino Hoffmann e foi coroado de sucesso. Depoimento de Ironita de Lord Bueno Guerreiro.
(Texto Olga Boeira em dezembro de 2019)

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA O FANDANGO DA PRENDA JOVEM

O CTG Porteira do Rio Grande está com inscrições abertas para o XXXVI Fandango da Prenda Jovem. O tradicional baile de debutantes acontecerá no dia 23 de novembro, na sede da entidade.

A ficha da inscrição deve ser entregue até o dia 1º de novembro, na secretaria do CTG Porteira, juntamente com uma foto tamanho postal.

O baile inicia às 23 horas e será animado pelo Conjunto Matizes. A mesa para debutantes custa R$ 240,00 (08 lugares) e as mesas com quatro lugares R$ 120,00. O valor do ingresso é de R$ 40,00 (após o desfile). O traje será pilcha ou social.

Mais informações através dos telefones 54.99694-92929 (Elisiane) ou 54.99948-9446 (Valdirene).
FICHA DE INSCRIÇÃO BAILE

PRESIDENTES DO MTG DO RS E SC VISITAM O PORTEIRA

O CTG Porteira do Rio Grande recebeu no dia 17 de janeiro os presidentes do Movimento Tradicionalista Gaúcho do RS, Nairo Callegaro, e de SC, Ciro Harger. Na oportunidade foram tratados assuntos relacionados ao tradicionalismo.

Nairo Callegaro ressaltou que o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria, promovido pelo CTG Porteira do Rio Grande, é uma referência para o mundo. Já Ciro Harger lembrou que o pai dele participou do primeiro Rodeio realizado em Vacaria, por ser um apreciador da cultura gaúcha.

O patrão Elvio Guagnini Rossi agradeceu a visita e lembrou da importância que o Rodeio tem para cada participante, tanto da artística como da campeira.

ESCOLHIDO NOVO PRENDADO DO CTG PORTEIRA DO RIO GRANDE

O CTG Porteira do Rio Grande promoveu no dia 29 de setembro, durante todo o dia, a Ciranda Cultural de Prendas e Entrevero Cultural de Peões. O concurso escolheu as prendas e peões para o biênio 2018/2020.

Concorreram 11 candidatos, que realizaram as provas durante todo o dia na sede da entidade. Eles foram avaliados na prova escrita, pesquisa e pasta de vivência, artística, mostra folclórica (prendas) e campeira (peões). O resultado foi divulgado à noite, na sede do CTG Porteira do Rio Grande.

Conheça os vencedores:

1ª Prenda Pré-Mirim: Giovana Uliano Martins
2ª Prenda Pré-Mirim: Isadora Lima Venson

1ª Prenda Mirim: Brenda Pires de Carvalho
2ª Prenda Mirim: Ana Kelly Godoy Frederico

1ª Prenda Juvenil: Vitória Venturin da Silva

1ª Prenda Adulta: Danieli Almeida Lisboa

1ª Prenda Veterana: Jeane Uliano Martins

Piazito Farroupilha: João Victor Pereira Kuse

1º Piá Farroupilha: José Francisco Monteiro Guerreiro
2º Piá Farroupilha: Diogo da Silva Rodrigues

Guri Farroupilha: João Victor Toigo da Silva

Peão Farroupilha: Eduardo Francisco Melo Ribeiro

 

NOVA PATRONAGEM ASSUME PELOS PRÓXIMOS DOIS ANOS

Na noite do dia 28 de julho, durante as comemorações dos 63 anos do CTG Porteira do Rio Grande, ocorreu a posse da nova patronagem da entidade. A equipe, liderada por Elvio Guagnini Rossi, ficará à frente do CTG pelos próximos dois anos.

Ao se despedir do cargo, Luiz Carlos Bossle da Costa, destacou a trajetória pela qual passou nestes dois anos com patrão e agradeceu a colaboração de todos, em especial da sua equipe, sócios e comunidade. Ele ressaltou que com o trabalho sério e com o apoio recebido foi possível atingir os objetivos.

Após a posse, Elvio lembrou que sua história com o CTG Porteira do Rio Grande é de longa data e familiar, com participação nas invernadas artística e campeira. Ele salientou que o trabalho será voltado à valorização do sócio e da cultura gaúcha. Elvio anunciou ainda que o 33º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria será realizado de 01 a 09 de fevereiro de 2020.

A nova patronagem é composta pelos seguintes integrantes:
Patrão: Elvio Gianeto Guagnini Rossi
Capataz: Luís César Lisbôa
Sota Capataz: Clodoaldo Dorival Rezende
Primeiro Tesoureiro: Igor Coelho Venson
Segundo Tesoureiro: Robson Carraro da Silva
Primeiro Secretário: Evandro Alves Maciel
Segundo Secretário: Juliano Martins Gobetti
Patrão da Campeira: Jeferson Araldi de Camargo

CONSELHO DE VAQUEANOS
Luiz Carlos Bossle da Costa
Mara Valmorbida Barcelos
Frederico da Luz Amarante
Eloi Francisco Barbosa da Silva
Cleomar Alves da Silva
Paulo Ricardo Ossani
Ironita de Lord Bueno Guerreiro

SUPLENTES
Ildo Oliboni
Maria Beloni Toledo da Silva Rodrigues